Dráuzio Varella: “discurso antivacina é como induzir a população ao suicídio”

0
150
Dráuzio Varella falando.
Foto: Reprodução.

Em entrevista ao jornal El País, o médico Drauzio Varella afirmou que o discurso antivacina, protagonizado pelo presidente Bolsonaro, “é como induzir a população ao suicídio”. O médico ainda fez apelo para a vacinação em massa dos brasileiros contra a covid-19 e cobrou a responsabilização de Bolsonaro por seus posicionamentos frente a doença.

“Não é possível que isto fique sem nenhuma consequência”, disse Dráuzio sobre o presidente. O médico afirmou que  “a maior responsabilidade é do líder máximo. Mas é um conjunto. A população, que decretou por sua conta que a epidemia tinha acabado e foi para as ruas; prefeitos e governadores, que adotaram políticas menos restritivas; o Senado e a Câmara, que se ausentaram da discussão”.

Ao falar sobre o que deu errado no enfrentamento da pandemia no Brasil, Drázio disparou: “O que aconteceu no Brasil? O presidente disse publicamente —não consigo entender o motivo— que, se isolássemos as cidades, provocaríamos uma crise econômica muito séria e que mais pessoas morreriam de fome do que devido à epidemia. Se tivesse dito: “Vamos proteger a economia, os mais jovens têm de trabalhar, mas, por favor, não saiam sem máscara, não podem se aglomerar, porque senão a economia não se recupera…”, teríamos transmitido uma informação homogênea. Mas ele começou a pregar o contrário, comportamentos que contribuem para disseminar a epidemia. Tivemos uma mensagem dupla e antagônica. Foi determinante. Criamos uma bola de neve que desembocou na situação atual.”.

Atualmente, o presidente Bolsonaro tenta barrar a instauração de uma CPI para investigar seus atos durante a pandemia.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Obrigado por sua leitura. Conheça também a Kotter editorial e a KotterTV. Apoie nossa luta clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui