Como fechar as igrejas de forma espontânea

0
493
Templo de Salomão da Igreja Universal.
Foto: Diculgação.

Como provar que alguém não pegou o covid-19 na igreja? Se os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) tivessem tido a inteligência política de votar dessa forma e colocar essa dúvida na cabeça dos donos das igrejas, elas permaneceriam fechadas.

A dúvida ia fazer com que as igrejas ficassem fechadas. Imaginemos aquela senhorinha que só sai para ir à igreja. Seus familiares estariam criando provas de que determinado familiar fanático só vai à igreja.  Se o STF decidisse se pela responsabilização das igrejas, os familiares monitorariam os religiosos para, caso algo acontecesse, o pastor ser responsabilizado criminalmente.

Entretanto o STF caiu na arapuca e agora está sendo taxado de ser contra Deus.

Uma internação que acontece pelo SUS, se fosse revertida a despesa para um pastor, daria aproximadamente 200 mil reais. Cada membro que fosse internado pela covid-19 custaria às igrejas cerca de R$ 50 mil ou R$ 100 mil. Se algum membro morresse pela doença, ainda teria a responsabilização penal dos pastores.

Desta forma, aconteceria um fenômeno fantástico: nenhuma igreja iria abrir. Na dúvida, os pastores iriam preferir não assumir o risco. Porém o STF não seguiu nesta linha e caiu na armadilha dos bolsonaristas.

Por isso, afirmo: o mundo é dos espertos. A realidade é que estes grupos possuem a melhor estratégia, os melhores comunicadores, eles são melhores.

Vamos respeitar a vitória do Malafaia, do Feliciano e do time do Bolsonaro. Nessa brincadeira de igrejas abrindo em meio ao pior momento da pandemia de covid-19, eles conseguiram realmente criar a ideia de que o STF é contra Deus.

Compre o livro “Comunicação Política”, de Leonardo Stoppa e Sálvio Nienkotter.

Quer ficar por dentro das principais notícias, artigos e produções literárias? Siga-nos no Telegram.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Obrigado por sua leitura. Conheça também a Kotter editorial e a KotterTV. Apoie nossa luta clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui