Bolsonaro sanciona lei que dá autonomia ao Banco Central

0
127
Foto: REUTERS / Ueslei Marcelino

Ontem (24), Bolsonaro sancionou a lei que estabelece a autonomia do Banco Central. Assim, o atual presidente do BC, Roberto Campos Neto, perde seu status de ministro de Estado.

De acordo com Campos Neto, ontem, “Hoje é um grande dia para o Banco Central e um grande dia para o Brasil. Estamos diante de um importante passo, com a sanção pelo presidente Jair Bolsonaro da lei que garante a autonomia do Banco Central. Hoje vai ficar para a história como um marco do desenvolvimento institucional do nosso país”.

O Congresso Nacional determinou que o presidente do BC terá mandato de quatro anos, não coincidente com o do presidente da República e, os diretores também terão mandatos.

Dessa forma, cabe ao BC, por meio do Comitê de Política Monetária (Copom), definir a taxa Selic.

Infelizmente, estamos entregues de vez ao mercado financeiro.

 

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Obrigado por sua leitura. Conheça também a Kotter editorial e a KotterTV. Apoie nossa luta clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui