Bolsonarista Daniel Silveira continua preso após unanimidade no STF

0
187
Daniel Silveira sendo conduzido algemado.
Foto: Reprodução.

Nesta quarta (17), todos os 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votaram a favor da prisão preventiva do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ).

O ministro Alexandre de Moraes, autor da prisão do deputado, votou pela manutenção da prisão juntamente com Nunes Marques, Edson Fachin, Luis Roberto Barroso, Rosa Weber, Dias Toffoli, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes,  Marco Aurélio Mello e o presidente da Casa, ministro Luiz Fux. Não houve nenhum voto contrário.

O deputado Daniel Silveira, investigado por participar de atos inconstitucionais pelo fechamento do STF e volta à ditadura, divulgou vídeo contendo discurso de ódio e ataques aos ministros do STF. No mesmo vídeo, Silveira fez apologia ao maior instrumento de repressão da ditadura militar, o AI-5.

Parlamentares da oposição defendem a cassação do mandato do bolsonarista na Câmara, em defesa da democracia. Irão protocolar o pedido de cassação o PT, PSOL, PCdoB, PSB, PDT e Rede.

“A Câmara precisa com urgência abrir processo de cassação desse deputado bolsonarista, é a democracia que está em jogo. Colocar um freio nessa turma antes que seja tarde. A bagunça institucional em q estamos metidos desde o golpe de 16 só tende a piorar se nada for feito agora”, pronunciou a presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PT-PR).

A deputada federal Fernanda Melchionna (PSOL-RS) afirmou que Daniel Silveira “tem sido reincidente nos ataques autoritários às liberdades democráticas, ao STF e à necessidade de enfrentamento da pandemia”. “É evidente que a imunidade parlamentar não é salvo-conduto para o cometimento de crimes”, argumentou ela.

Receba atualizações por e-mail!

Cadastre-se agora e receba um e-mail assim que for publicado um novo conteúdo.

Nunca enviamos SPAM. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Obrigado por sua leitura. Conheça também a Kotter editorial e a KotterTV. Apoie nossa luta clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui